; Sindfar reivindica presença do farmacêutico em todos os hospitais de SC - Fenafar

Sindfar reivindica presença do farmacêutico em todos os hospitais de SC

Fenafar e Sindicato em ação

O SindFar enviou ofício à Federação dos Hospitais de Santa Catarina reiterando a importância do profissional farmacêutico nas instituições hospitalares. Segundo a presidente Fernanda Mazzini, a decisão vem respaldando demissões de farmacêuticos em estabelecimentos pelo estado.

A entidade que representa os hospitais no estado requer judicialmente a dispensa da contratação dos profissionais para os hospitais com menos de 50 leitos. Em março, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região emitiu manifestação favorável à demanda.

"O número de leitos não é o único parâmetro para se atribuir ao hospital sua complexidade, de modo que encontramos unidades com 100, 150 leitos de baixíssima complexidade e risco, onde a atuação do profissional farmacêutico é voltada para a avaliação farmacoterapêutica do paciente e controle do uso racional de medicamentos, bem como para a administração das farmácias. Por outro lado, podemos encontrar hospitais com 30, 40 leitos de altíssima complexidade, com unidades de pronto atendimento, urgência e emergência, terapia intensiva e procedimentos cirúrgicos de alto risco e complexidade", esclarece o sindicato no ofício enviado.

No documento, o Sindfar apela à Associação e a Federação dos Hospitais para que orientem as entidades hospitalares a manterem os profissionais farmacêuticos. "É o cuidado ao paciente que está em jogo", afirma, no ofício. Leia na íntegra

Fonte: Sindfar/SC
Publicado em 19/12/2017

Artigos

UA-480112034-1