; Saúde - Fenafar

Em entrevista à Fiocruz, o vice-presidente da Abrasco, José Sestelo, fala das propostas do setor privado para criar um novo sistema de Saúde. A ideia foi lançada em evento promovido pela Federação Brasileira de Planos de Saúde,  e  causou um rebuliço entre as entidades do Movimento Sanitário Brasileiro. Não sem razão.

O Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 739/2018, que reduz valor pago para as farmácias credenciadas no Farmácia Popular. A decisão afetou o setor, que alega não poder vender os medicamentos a preços tão baixos. Conselheiros e conselheiras aprovaram recomendação para suspender portaria e também defenderam que os preços devem ser permanentemente monitorados.

Evento promovido por entidade de planos de saúde para criar “novo sistema nacional” acende o alerta da militância do SUS e pode colocar sob os holofotes a agenda privatista de um setor cada vez mais complexo em busca de expansão. Leia a reportagem do site Outra Saúde. 

Mais Artigos...

Artigos

UA-480112034-1