; Sinfarce faz assembleia para discutir CCT com Sincofarma

Sidebar

Magazine menu

19
Qui, Set
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 43

Sexta, 23 Outubro 2015 17:48

Sinfarce faz assembleia para discutir CCT com Sincofarma

Avalie este item
(0 votos)


O Sindicato dos Farmacêuticos realizou, dia 19 de Outubro, na Sede da SBAC (Sociedade Brasileira de Análises Clínicas), Assembleia Geral Extraordinária com o objetivo de iniciar as discussões sobre a Convenção Coletiva de Trabalho SINFARCE/SINCOFARMA para o ano de 2016.

A Assembleia, que teve início às 19:30 e encerrou-se às 23 horas, reuniu farmacêuticos e diretores do SINFARCE para tratar dos seguintes temas:

 

- A apuração de denúncias de descumprimento de direitos pelas empresas farmacêuticas e drogarias;

- Seleção pública da Prefeitura Municipal de Fortaleza;

- Luta dos Servidores de Saúde do Estado do Ceará;

- III Fórum sobre Trabalho Farmacêutico Decente;

- Propostas para Convenção Coletiva de Trabalho SINFARCE/SINCOFARMA 2016 e;

- Outros informes.

 

Márcio Batista, Presidente do SINFARCE, abriu a AGE relatando as inúmeras reuniões realizadas com empresas farmacêuticas e drogarias com o intuito de coibir abusos e descumprimentos. Essas reuniões, segundo o presidente, foram extremamente relevantes para mostrar a seriedade com que o SINFARCE trata as denúncias realizadas pela categoria, dialogando, incialmente, para acordos entre as partes e atuando judicialmente em casos de desacordos.

 

Em seguida, o Presidente tratou da seleção pública realizada pela Prefeitura Municipal de Fortaleza para a contratação de profissionais farmacêuticos. O SINFARCE questionou essa modalidade de contratação e a sua baixa remuneração destacando a precarização da força de trabalho da categoria. O Ministério Público respondeu ao Sindicato informando que irá apurar os questionamentos realizados pela entidade, através da sua Assessoria Jurídica.

 

A luta dos servidores da Saúde do Estado foi tema de breve informe destacando a relevância da mobilização em prol de melhorias como, por exemplo, a reestruturação da matriz salarial do plano de carreiras a partir deste vencimento básico, progressão por tempo de serviço e por qualificação/titulação, além da diminuição de repasses de verbas públicas para terceirizados e cooperativas.

 

Demais informes

 

A Vice-presidente do SINFARCE, Lavinia Magalhães, informou, ainda, que o Sindicato lançará ampla Campanha de Sindicalização em várias mídias com o propósito de conscientizar a categoria profissional a fazer parte do Sindicato, através da associação à entidade. Lembrou que todos os farmacêuticos podem colaborar nesta campanha, conversando com colegas, esclarecendo sobre a importância de ser sindicalizado, atuando como "sindicalizadores", em salutar apoderamento da sua instituição.

 

Foi informado, também, que a anuidade terá valor reduzido passando a ser 50 reais, servindo como estímulo para associação.

 

"Nesse sentido é importante que os sindicalizados atualizem seu cadastro junto ao SINFARCE. Estamos gerando nossas carteirinhas que dão acesso a vários convênios já firmados, como, por exemplo ADCOS, Tiradentes Concursos e outros", esclareceu Lavinia.

 

Na ocasião os presentes foram convidados a participarem do III Fórum sobre Trabalho Farmacêutico Decente que será realizado nos dias 13 e 14 de novembro no Hotel Sonata, em Fortaleza. Palestrantes de renome nacional participarão do Fórum realizado pelo SINFARCE com o apoio da FENAFAR e OIT.

 

CCT SIFARCE/SINCOFARMA

 

Ao final, Márcio Batista, solicitou aos presentes sugestões para o reajuste salarial, gratificação de Responsabilidade Técnica, valor de vale-alimentação, licença paternidade, redução da jornada de trabalho e outros.

 

Segundo ele é fundamental que a negociação inicie-se ainda este ano e por isso as discussões estão sendo iniciadas com brevidade.

 

Em novembro nova Assembleia será marcada para continuidade do debate de propostas.

 

Fonte: Sinfarce
Publicado em 23/10/2015