; Balanço e estratégias para a 15ªCNS são apresentados para o ministro da Saúde

Sidebar

Magazine menu

13
Qua, Nov
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 43

Terça, 03 Novembro 2015 02:00

Balanço e estratégias para a 15ªCNS são apresentados para o ministro da Saúde

Avalie este item
(0 votos)

Socorro CNS
CNS apresenta balanço das etapas municipais e estaduais da 15ª CNS para o Ministro da Saúde, Marcelo Castro.

 

No balanço das etapas municipais e estaduais da 15ª Conferência Nacional de Saúde, apresentado durante reunião com a presença do Ministro da Saúde, Marcelo Castro, a presidenta do Conselho Nacional de Saúde, Maria do Socorro de Souza, disse que os estados que mais ocorreram mobilizações foram os do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. “Vários estados conseguiram realizar 100% das suas conferências. Fazendo um recorte, as regiões Centro- Oeste, Norte e Nordeste foram as que mais mobilizaram. O Sul e Sudeste mais uma vez, em uma dimensão comparativa, tiveram menos mobilização. São referências que devemos analisar e refletir” pontuou.

 

Dentre os objetivos da conferência, o de mobilização da sociedade em defesa do direito universal à saúde, foi o mais recorrente entre os estados, segundo a presidenta. “Tentamos fazer uma síntese da atual conjuntura política de cada local, apesar da diversidade do País e de como cada região está analisando a situação. Sem sombra de dúvidas, a relevância na atual conjuntura é direito universal a saúde. Essa foi a política recorrente em todos os estados, que vai de contra a PEC 451, que obriga brasileiros aos planos privados de saúde e afronta a nossos direitos na Constituição”.

 

Para Socorro, as conferências de saúde agregam sujeitos que tem, na saúde, o lugar na democracia participativa. “Temos neste ano de 2015, 14 conferências nacionais setoriais e temáticas, que mobilizam mais de 2 milhões de pessoas. Com certeza a Saúde atrai um segmento da população organizada, que, historicamente, sente-se violentada no ponto de vista dos direitos humanos e na defesa do SUS constitucional”, frisou.

 

Estratégia – O CNS junto a Associação Latino Americano de Medicina Social irá realizar o I Encontro Latino-Americano de Entidades e Movimentos Populares: “Pelo Direito Universal à Saúde” nos dias 29 e 30 de novembro em Brasília. Para a presidenta do CNS, Maria do Socorro à ação é estratégica. “A 15ª CNS vai ser aberta com dois dias de antecedência com o Encontro. Com isso, queremos potencializar e qualificar o processo político e participativo e que irá contribuir para a ampliação das articulações dos movimentos sociais e populares latino-americano pelo direito à saúde”.

 

Marcha – Para o dia 1º de dezembro o CNS mobiliza todos os atores envolvidos com a 15ª Conferência Nacional de Saúde e sociedade civil, com um ato político na Esplanada dos Ministérios. A manifestação será em defesa da democracia, da participação e das políticas públicas.

 

Fonte: CNS
Publicado em 03/11/2015