; Maringá e Londrina têm novas convenções para farmacêuticos.

Sidebar

Magazine menu

13
Qua, Nov
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 43

Quinta, 12 Novembro 2015 20:17

Maringá e Londrina têm novas convenções para farmacêuticos.

Avalie este item
(0 votos)

O Sindicato dos Farmacêuticos no Estado do Paraná – SINDIFAR-PR finalizou, nesta semana, a negociação com o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de Maringá e com o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de Londrina, referente ao período 2015/2016.

 

Em Maringá, o novo piso salarial para os farmacêuticos que trabalham em farmácias comunitárias/ comerciais/com manipulação nesta base territorial é de R$ 2.636,00 (9%). O retroativo (março de 2015) deverá ser pago em uma única parcela, junto à folha de pagamento do farmacêutico referente ao mês de novembro de 2015. Leia a Convenção Coletiva de Trabalho – CCT.

 

Já para os farmacêuticos de Londrina, que trabalham em farmácias comunitárias/ comerciais/com manipulação nesta base territorial, o novo piso salarial é de R$ 2.666,40 (9,88%). O retroativo (setembro de 2015) deverá ser pago em uma única parcela, junto à folha de pagamento do farmacêutico referente ao mês de dezembro de 2015. Leia a Convenção Coletiva de Trabalho – CCT.

 

As CCTs – Convenções Coletivas de Trabalho estão disponíveis no site do SINDIFAR-PR (www.sindifar-pr.org.br).

 

As demais negociações com os outros sindicatos patronais estão em andamento.

 

Importante: o reajuste é retroativo ao dia primeiro de março para o comércio (exceto base territorial do Oeste e Londrina) e distribuidoras, primeiro de maio para os hospitais e laboratórios, primeiro de setembro para a indústria e comércio do Oeste e Londrina.

 

Negociações finalizadas em 2015:

 

a) Hospitais: Maringá – (8,5%) R$ 2.340,35 mais 20% a 40% (dependendo do setor) do salário mínimo a título de adicional de insalubridade (1º de maio).

b) Hospitais: Curitiba – (9,34%) R$ 2.655,38, mais R$ 328,02 (auxílio alimentação/refeição e adicional de insalubridade (1º de maio).

c) Laboratórios: (dez/15) R$ 2.208,26. (jan/16) R$ 2.278,26, mais auxílio alimentação (ver base territorial) e adicional de insalubridade (1º de setembro).

d) Comércio: Curitiba – (9%) R$ 2.636,00 (1º de março).

e) Comércio: Santo Antonio da Platina – (9%) R$ 2.702,40, mais auxílio alimentação, adicional por gerência, insalubridade e horas extras diferenciadas.

 

Fonte: Sindifar-PR
Publicado em 12/11/2015