; Sindiberf e HCPA: Sindifars fecha importantes convenções coletivas

Sidebar

Magazine menu

19
Qui, Set
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 43

Quinta, 26 Novembro 2015 12:39

Sindiberf e HCPA: Sindifars fecha importantes convenções coletivas

Avalie este item
(0 votos)


O Sindicato dos Farmacêuticos do Rio Grande do Sul (Sindifars) acaba de fechar importantes convenções coletivas.

 

Um delas é com o Sindicato dos Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do RS (Sindiberf) e a norma firmada vale para diversos municípios, para saber mais clique aqui e acesso o documento na íntegra. Para os hospitais de Porto Alegre, os valores salariais firmados são: R$ 2.933,88 (a partir de agosto de 2015); R$ 3.004,59 (a partir de outubro de 2015); e R$ 3.076,70 (a partir de dezembro de 2015). Já para os hospitais localizados nas bases inorganizadas do Estado fica: R$ 2.607,88 (a partir de agosto de 2015); R$ 2.670,73 (a partir de outubro de 2015); e R$ 2.734,82 (a partir de dezembro de 2015).

 

O que ganha maior destaque na convenção é a conquista do adicional noturno com pagamento até o término da jornada, e não mais como propõe a lei de que o pagamento deve ser feito até às 5 horas da manhã. E o adicional de horas extras que visa o pagamento de 50% nas duas primeiras horas e 100% nas demais. Duas vitórias importantes conquistadas pelo Sindifars, após amplo processo de negociação com o Sindicato patronal.

 

Outro importante fato é o Acordo Coletivo de Trabalho firmado com o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), em que está acordada a remuneração variável. Uma luta de meses de negociação do sindicato junto ao hospital, devido à burocracia da decisão de um colegiado. Para isto, o Sindifars, junto a demais sindicatos, realizou duas assembleias para manter a categoria informada para que de fato a negociação acontecesse da forma como era da vontade do profissional farmacêutico. O Sindifars se mantém atento e a disposiçao dos farmacêuticos sempre na proteção da Saúde dos trabalhadores. O documento na íntegra, clique aqui.

 

Lembrando que na cláusula do desconto assistencial, conforme deliberação em assembleia, está regulado o direito de oposição. Aquele farmacêutico que entender não ser devido ao sindicato esta contribuição, que tem como finalidade cobrir as despesas do SINDIFARS com o processo de negociação coletiva, poderá fazê-lo, por escrito, na sede do sindicato, ou através de correspondência registrada, no prazo máximo de 10 (dez) dias a contar do registro formal desta norma coletiva no site do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Como ambas convenções foram registradas no dia 18/11/2015, esse prazo se esgota no dia 28/11/2015. 

 

Fonte: SindFars
Publicado em 26/11/2016