; Fenafar participa da posse do novo presidente da Confederação Nacional de Saúde

Sidebar

Magazine menu

19
Qui, Set
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 43

Quinta, 10 Dezembro 2015 02:00

Fenafar participa da posse do novo presidente da Confederação Nacional de Saúde

Avalie este item
(0 votos)

No centro Tercio e Jorge
Nesta segunda-feira, 08, aconteceu a posse do novo presidente da Confederação Nacional de Saúde - CNS, Tércio Egon Paulo Kasten, que comandará a entidade no próximo triênio. A posse ocorreu junto do encerramento do III Fórum de saúde: Discutindo o setor Saúde do Brasil.

A Fenafar esteve presente na posse representada pelo diretor Jorge Luiz Pereira de Araujo Mariano. “Durante a posse ocorreu um cofee break inicial com a presença de inúmeras autoridades – deputados, senadores, e presença maciça de empresários do setor, presença de várias entidades nacionais como a Fenafar. No seu discursso o novo presidente considerou como uma das metas da nova diretoria é interagir o CNS nas discussões com várias entidades do setor público e privado em prol de colaborar com a busca da melhoria na saúde da população”, relatou Jorge.

 

Tércio, que também é presidente da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Santa Catarina (FEHOESC) agradeceu a confiança dos diretores e afirmou que a CNS permanecerá com sua postura em defesa do setor, mantendo seu relacionamento com todas as instituições, garantindo a representação constitucional da saúde.

 

Sobre a CNS

 

Criada em 1994, a CNS congrega atualmente 8 federações (Fenaess, Fehosul, Feherj, Fehospar, Fehoesc, Fehoesg, Febase e Fehoesp) e 86 sindicatos de saúde em atividade, representando todos os estabelecimentos de serviços de saúde no país. São hospitais, clínicas, casas de saúde, laboratórios de análises clínicas e patologia clínica, serviços de diagnóstico, imagem e fisioterapia, operadoras de planos de saúde, entre outros estabelecimentos do gênero. Como entidade sindical de terceiro grau, o mais elevado existente na legislação sindical, trabalha em prol dos mais de 3 milhões de brasileiros profissionais de saúde.

 

Da redação
Publicado em 10/12/2015