; Sindifars participa de atividades do Fórum Social Mundial - Fenafar

Sindifars participa de atividades do Fórum Social Mundial

Fenafar e Sindicato em ação
Tipo de Grafia

O Sindicato dos Farmacêuticos do Estado (Sindifars) tem participado ativamente do Fórum Social Mundial, que acontece até sábado (23/1), em Porto Alegre. Além de ter integrado a marcha de abertura do evento, na terça-feira (19/1), os diretores do Sindifars se fizeram presente nas principais discussões sobre saúde, apresentadas em mesas de convergência e palestras.

No segundo dia do FSM, na parte da manhã, a vice-presidente do Sindifars, Debora Melecchi, acompanhou o debate sobre “As plantas medicinais, o desenvolvimento, a saúde e a soberania”, coordenado pela vereadora Jussara Cony, no plenário Ana Terra, na Câmara dos Vereadores. Na ocasião, a representante do Ministério da Saúde, Kátia Torres, explicou como funciona o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos e afirmou que o desenvolvimento, do ponto de vista tecnológico, com respeito à biodiversidade, promove inclusão social e se configura numa importante opção farmacêutica.

Já a coordenadora de Políticas de Plantas Medicinais, Práticas Integrativa e Pesquisa (PIPMF), da Secretaria Estadual da Saúde do RS, Silvia Czermainski, falou sobre como a política está sendo implementada em consonância com a política nacional. Silvia explicou que os objetivos das políticas, são: promover a pesquisa científica, o desenvolvimento tecnológico e a inovação; estimular a formação de profissionais direcionados aos estudos e à utilização de plantas medicinais, sob ótica transdisciplinar, de todas as áreas de conhecimento; estimular a qualificação de toda a cadeia produtiva e a comercialização; e, estabelecer critérios sobre a correta utilização das plantas medicinais e o uso racional de medicamentos fitoterápicos.

Silvia explicou também que os princípios norteadores das PIPMF se baseiam em: ampliar as opções terapêuticas aos usuários do SUS; promover a inclusão social e desenvolvimento das cadeias produtivas; fortalecer a indústria nacional; buscar desenvolvimento científico, tecnológico e inovação; reduzir a dependência tecnológica; enfrentar as desigualdades regionais, entre outros.

Marisa Albuquerque de Lucia, da secretaria municipal de Saúde, abordou como está a implementação da lei 11.476, de autoria da vereadora Jussara Cony, que institui a política de uso de plantas medicinais e condimentares e fitoterápicos na rede pública de Porto Alegre

Liziane Pires, da Itaipu Binacional, mostrou projetos da empresa que focam a educação e o estímulo ao uso adequado de plantas medicinais, envolvendo comunidades locais e conhecimentos tradicionais. "Se nós, humanos, estamos aqui, hoje, é graças aos conhecimentos tradicionais", disse.

Debate sobre a importância de informações medicinais marca parte da tarde

O presidente do Sindifars, Masurquede Coimbra, juntamente com as diretoras Debora Melecchi e Célia Chaves, participou da atividade intitulada “Informação o melhor remédio”, na tarde desta quarta-feira (20/1), na Tenda Paulo Freire, na Redenção. O debate contou com as opiniões do presidente do Conselho Nacional de Saúde e da Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar), Ronald dos Santos, da vereadora e farmacêutica, Jussara Cony, e do jornalista, Leandro Fortes.

Fonte: Sindifars
Publicado em: 21/01/2016

Artigos

UA-480112034-1