; MG: Farmacêuticos hospitalares continuam sem reajuste salarial - Fenafar

Sidebar

1

MG: Farmacêuticos hospitalares continuam sem reajuste salarial

Fenafar e Sindicato em ação

Os farmacêuticos hospitalares com data-base em 1º de junho ainda seguem sem reajuste salarial e sem fechar a Convenção Coletiva de Trabalho – CCT até o momento. O Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde de Minas Gerais – Sindhomg informou que se o Sinfarmig acionar o Ministério do Trabalho para mediar a reunião de negociação coletiva eles não irão concordar em ir para dissídio coletivo.

 

A última rodada de negociação coletiva entre o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas – Sinfarmig e a entidade patronal foi realizada há dois meses. A proposta do Sindhomg era reajuste 5% para os farmacêuticos hospitalares com pagamento retroativo à data-base.. Contudo, os índices oficiais que medem a inflação apontavam 9,49% referente ao período de junho de 2015 a maio de 2016.

O Sinfarmig insistiu na fixação de um piso como única possibilidade de garantir uma remuneração mínima e digna para todos os profissionais do segmento. Entretanto, o Sindhomg negou o pedido dos farmacêuticos mineiros e vem ignorando a pauta de reivindicações da categoria. O Sinfarmig vem solicitando insistentemente nova reunião com os representantes dos hospitais sem sucesso.

Fonte: Sinfarmig
Publicado em 13/09/16

UA-480112034-1