; Sinfarmig envia ofícios a prefeituras questionando editais de concursos para farmacêuticos - Fenafar

Sidebar

1

Sinfarmig envia ofícios a prefeituras questionando editais de concursos para farmacêuticos

Fenafar e Sindicato em ação

O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig encaminhou na sexta-feira, 07/10, um ofício para a Prefeitura de Sabará pedindo alteração na jornada de trabalho dos farmacêuticos de 40 para 30 horas semanais a fim de unificar a carga horária com a dos demais profissionais da saúde. Outras duas prefeituras de Esmeraldas e Manhumirim também foram contatas sobre o valor dos salários a serem pagos aos profissionais nos concursos públicos municipais. Na correspondência, o Sinfarmig informou o valor do piso salarial praticado para a categoria no mercado mineiro.

 

Por meio desses ofícios, o Sinfarmig pretende conscientizar as entidades públicas sobre a necessidade de valorizar e reconhecer o trabalho dos farmacêuticos no sistema de saúde. O sindicato recebe frequentemente inúmeras denúncias de profissionais sobre as baixas remunerações anunciadas nos editais de concursos públicos.

O Sinfarmig reconhece que a lei dá autonomia as prefeitura para estabelecer a remuneração dos seus servidores. Entretanto, diante da indignação dos farmacêuticos, a entidade passou a atuar junto aos gestores públicos municipais defendendo melhorias para a categoria na Assistência Farmacêutica com as suas diversas possibilidades de atuação.

A diretora Júnia Lélis explicou que o Sinfarmig envia ofícios para manter os gestores informados sobre a importância do trabalho do farmacêutico no município. A entidade mantém um trabalho incansável de monitoramento nas condições de trabalho e nos salários dos municípios do Estado. “Nossa expectativa é de que essas solicitações possam sensibilizar as Prefeituras resultando no aumento do reconhecimento e da valorização do profissional na saúde pública dos municípios”.

Fonte:Sinfarmig
Publicado em 10/10/2016

UA-480112034-1