; PE: Sinfarpe participa de audiência pública sobre descarte de medicamentos - Fenafar

Sidebar

1

PE: Sinfarpe participa de audiência pública sobre descarte de medicamentos

Fenafar e Sindicato em ação

Os diretores do Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de Pernambuco (Sinfarpe), Veridiana Ribeiro e Holdack Velôso Gomes Pedroza, participaram da audiência pública convocada pela Comissão de Constituição, Legislação e Justiça, da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), através de seu presidente, deputado Waldemar Borges. A audiência visava tratar de um dos assuntos mais importantes, ligados à saúde e ao meio ambiente, que é a implementação de uma Logística Reversa responsável, de forma a atender o Projeto de Lei Ordinária nº 596/2015, de autoria do Deputado José Maurício, que cria o Programa Estadual de Descarte de Medicamentos e a sua destinação final ambientalmente adequada.



Nesta reunião ficou bem identificada a necessidade da Educação, como início de todo um trabalho de conscientização da população, no sentido de buscar local adequado, para descartar restos de medicamentos não utilizados e que, inadequadamente guardados em casa, podem gerar uma série de problemas de toxidade e contaminação ambiental.

Como sugestões foram colocadas como local ideal de descarte, as Unidades de Pronto Atendimento, Postos de Saúde Municipais e as Farmácias Comunitárias. Os diretores do Sinfarpe, além de parabenizarem a Comissão e o deputado Waldemar Borges, pela iniciativa, destacou que o custo desse serviço deve ser assumido pelas indústrias farmacêuticas, dentro do percentual de participação no mercado, pois são elas as principais responsáveis pelas sobras de medicamentos.

“Baseamos nosso ponto de vista, salientando o diferencial entre a prescrição médica e o quantitativo em unidade de comercialização disponibilizada pelos laboratórios, que mostram total desinteresse em produzir unidades de comercialização honestas e adequadas, fazendo com que nossas residências se tornem depositaria de resíduos químicos que podem provocar graves e irreparáveis situações”, destacou a presidente do sindicato, Veridiana Ribeiro, que ao final da audiência, concedeu uma entrevista para a Rádio Alepe.

A audiência contou com as presenças da presidente do Conselho Regional de Farmácia de Pernambuco (CRF-PE), Gisêlda Castro Lemos de Freitas, de integrantes das comissões de Constituição, Legislação e Justiça, Meio Ambiente e Sustentabilidade e Saúde e Assistência Social da Alepe, de representantes da Apevisa, da Assistência Farmacêutica Estadual e do Sindicato do Comercio Varejista de Medicamentos.

Sindicato é pra lutar. Nenhum direito a menos!

Fonte: Sinfarpe

Publicado em 31/08/2017

UA-480112034-1