; Sergipe conquista aumenta real em convenção coletiva - Fenafar

Sergipe conquista aumenta real em convenção coletiva

Fenafar e Sindicato em ação

A negociação entre o Sindicato dos Farmacêuticos de Sergipe e o Sindicato patronal de farmácias e drogarias garantiu à categoria aumento real de 2% sobre o salário. Com isso, o salário base da categoria para uma jornada de 40 horas ficou em R$ 3.169,48. "No cenário de ataque aos direitos trabalhistas, a conquista foi uma importante vitória", avalia o presidente do Sindicato, Dalmare Anderson de Sá.

 

Dalmare destaca que, segundo dados do Dieese, 40% dos sindicatos brasileiros não conseguiram finalizar o processo de negociação, reflexo da Reforma Trabalhista que legalizou a prevalência do negociado sobre o legislado.

Além do aumento real, o Siindicato conseguiu manter a cláusula de adicional de 20% sobre o salário base para os farmacêuticos que atuarem nas farmácias clínicas prestando atendimento de Assistência Farmacêutica. E, também, incluiu um novo adicional de 30% sobre produtividade para os farmacêuticos que possuírem especialização em Assistência Farmacêutica.

"Para nossa categoria no Sergipe essa é uma cláusula importante, porque temos uma grande quantidade de estabelecimentos farmacêuticos que prestam serviços de Assistência Farmacêutica", avalia Dalmare. O presidente do sindicato considera que a vitória obtida é fundamental para mostrar à categoria a importância do sindicato e a necessidade do seu fortalecimento para garantir os direitos dos trabalhadores.

Da redação
publicado em 13/09/2018

Artigos

UA-480112034-1