; Em defesa da soberania e da paz na América Latina - Fenafar

Sidebar

17
Dom, Nov
20 Novos artigos
×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 44
Sábado, 12 Dezembro 2015 20:14

Em defesa da soberania e da paz na América Latina

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Nosso continente passou, pelos últimos anos, por um processo de efervescência política que deu uma nova face para a região. Na década de 70, 80 ditaduras militares sangraram nossos países; na década de 90 a democratização política não resultou automaticamente na democratização do Estado, da sociedade e na inclusão econômica de largos contingentes populacionais. Pelo contrário, nossos países foram laboratório para o receituário neoliberal que saqueou nossas riquezas, desmontou os Estados nacionais e nos colocou em condição de subalternidade com relação aos países ricos, criando um exército de excluídos.

A partir do final dos anos 90 e mais acentuadamente nos anos 2000, uma série de processos políticos de mobilização dos movimentos sociais contra o neoliberalismo desembocou na eleição de governos de cunho democrático e com plataformas populares e comprometidas com as bandeiras dos povos.
Assistindo o crescimento de um campo alternativo, o imperialismo norte-americano tem reativado e acelerado a ocupação de posições estratégicas no continente, com a instalação e recuperação de bases militares na região.

Tensões políticas e sociais existentes em nosso continente, como por exemplo as tensas relações entre Colômbia e Venezuela, tem sido fustigadas no sentido de gerar focos de conflito e desestabilizar os países governados por governos democráticos e populares. Outro exemplo é o recente golpe de Estado ocorrido em Honduras, que teve em seus bastidores e entre seus idealizadores pessoas da inteligência norte-americana.

Nós, farmacêuticos presentes ao 6º Congresso da Fenafar, entidade que historicamente tem estado ao lado das lutas pela paz em todo o mundo, reiteramos que somos contrários a ativação das bases militares norte-americanas na América Latina, defendemos a retirada da 4º frota dos mares do Atlântico Sul e repudiamos a tentativa dos Estados Unidos de fazer da Colômbia uma base de operações táticas e foco de desestabilização da região.

Pela paz no mundo!
Pela paz na América Latina!

São Paulo, 15 de agosto de 2009

Lido 679 vezes Última modificação em Quinta, 17 Dezembro 2015 12:26

 
 
 
UA-480112034-1